Conhecendo o recurso PowerPivot do Microsoft Excel 2010 – Parte I


Para que serve?

Como funciona?

Entenda aqui tudo o que você precisa saber sobre esse fantástico recurso.

PARTE IIntrodução sobre PowerPivot

 

Site do PowerPivot: http://www.powerpivot.com

 

Construir tabelas e gráficos dinâmicos no Excel depende da inserção de dados em uma planilha. E quando precisamos construir estas tabelas a partir de um banco de dados? O Excel possui uma ferramenta que possibilita inserir informações pertencentes a um banco de dados e montar estas tabelas e gráficos dinâmicos automaticamente.

O PowerPivot é um suplemento para o Excel 2010 que facilita a conexão com um banco de dados. Ele trabalha com a maioria dos tipos de banco de dados, como Access, SQL, Azure, Oracle, DB2, entre outros. Uma vez conectada uma base de dados, pode-se criar tabelas e gráficos que são atualizados caso haja alterações no banco, além da fácil utilização para filtragem de dados.

Essa ferramenta além de facilitar a conexão com várias fontes de dados também aumenta a capacidade de processamento de dados do Excel de 1 milhão de linhas para mais de 100 milhões de linhas (dependendo da quantidade de memória disponível no seu equipamento), além de trabalhar com mais dados ainda é possível utilizar fórmulas DAX (Data Analysis Expressions) para facilitar ainda mais a análise das informações importadas dos banco de dados.

Usando a versão 64 bits do Add-in é possível fazer uso de processadores multicore e até 32 Gb de memória RAM, o que deixa a importação e a análise dos dados ainda mais rápidos, eficientes e em quantidades muito maiores.

Mais o melhor dessa ferramenta é poder fazer uso de todos os dados importados em um programa já conhecido por muitos dos usuários: o Excel. É possível, com os dados importados no PowerPivot, criar tabelas e gráficos dinâmicos e criar relatórios que antes eram feitos em meses de trabalho.

Apesar do PowerPivot só estar disponível no Excel 2010 é possível abrir os documentos em Excel 2007, só que com alguns recursos indisponíveis como a segmentação de dados e as conexões com os bancos de dados.

 

POWERPIVOT

IMPORTAÇÃO DO EXCEL

Quantidade de dados

Mais de 100 milhões de linhas.

1.048.576 linhas.

Compartilhamento

Possibilita compartilhamento de resultados através do SharePoint.

Compartilhamento comum.

Atualização de dados cadastrados

Fácil e muito eficiente.

Dá-se de maneira simples, pode haver erros.

Expressões de Análise de Dados

Fórmulas familiares que ajudam a desenvolver aplicativos analíticos avançados.

Fórmulas inexistentes.

Número de tabelas importadas

Podem ser importadas todas as tabelas do banco de dados de uma só vez.

Só é possível importar uma tabela por vez.

 

O complemento PowerPivot pode ser baixado em duas diferentes versões: a versão 32 bits( para máquinas com até 3 Gb de memória RAM) e a versão 64 bits (para máquinas com 4 Gb até 32 Gb de memória RAM).Veja as principais diferenças entre o PowerPivot 32 bits e o PowerPivot 64 bits:

Clique aqui para baixar o Add-in: PowerPivot para Microsoft Excel 2010 – RTM

 

32bits

64bits

Volume de dados

Trabalha com menos dados, pois tem menos memória disponível para a importação.

Pode chegar a trabalhar com o limite de dados do add-inn (100 milhões de linhas).

Velocidade de importação

Com menos memória RAM disponível a velocidade de importação é menor.

Com mais memória RAM disponível a velocidade de importação é maior.

 

Em resumo é mais vantajoso trabalhar com o aplicativo na versão 64 bits porque assim a quantidade de memoria disponível para armazenamento e análise dos dados importados é maior, o que possibilita importações de grandes quantidades de dados.

Porém, não é uma ferramenta padrão do Windows e precisa ser instalada:

1 – Primeiro é necessário fazer o dowload do software no site oficial:

2 – Em seguida execute o programa e siga normalmente com a instalação. Quando a instalação terminar, execute o Excel 2010 e siga os passos que aparecem na tela e pronto, o PowerPivot está pronto para uso.

3 – Diferente do Solver, por exemplo, que fica na guia Dados, o PowerPivot tem a sua própria guia, onde se encontram todas as suas funções.

 


Importando Base de Dados Access

 

Agora vamos importar uma informações de uma base de dados usando o PowerPivot:

1 – Abra a pasta Aula-PowerPivot do Excel 2010. Clique na guia PowerPivot, que agora está disponível e observe as opções da ferramenta.

 



 

2 – Clique no botão Janela do PowerPivot, que se encontra no grupo Iniciar. Será mostrada a seguinte janela:

 


 

3 – Com esta janela aberta, observe que existe um grupo denominado Obter Dados Externos. Clique no botão De Banco de Dados e na sequência clique na opção Do Access.

 


 

4 – Será exibida a janela Assistente de Importação de Tabela.

 


 

5 – Clique no botão Procurar e aponte para o caminho onde se encontra no seu Banco de Dados. Ao localizar a pasta onde o seu banco está salvo, clique no botão que se encontra na parte inferior direito da tela denominado Banco de Dados do Microsoft Access e escolha a opção Banco de Dados do Microsoft Access 97-2003. Essa alteração é necessária pois o Banco que estamos utilizando como exemplo é da versão 2003.

 


 

6 – Clique no botão Abrir e observe que o endereço é capturado para a janela. Se o seu Banco possuir usuário e senha, preencha nas respectivas caixas. Caso contrário, clique no botão Testar Conexão. Se a mensagem exibida for Conexão de teste bem-sucedida clique em OK e na sequência clique em Avançar. Senão, verifique o endereço na caixa Nome do banco de dados e faça as devidas alterações.

 


7 – Escolha a primeira opção e clique em Avançar.

 


 


 

8 – Será mostrada uma lista com as tabelas e as querys presentes no banco de dados carregado. Nesse exemplo, vamos importar as tabelas: tblClientes, tblForncedores, tblFuncionários, tblPedidos e tblProdutos. Selecione essas tabelas e clique no botão Selecionar Tabelas Relacionadas. Esse procedimento faz uma checagem dos itens marcados e adiciona as Tabelas utilizadas no Relacionamento entre as Tabelas.

 


 

9 – Observe que ao clicar no botão Concluir, o PowerPivot faz a importação na memória para depois descarregar os dados no Excel. Para dar sequência, clique no botão Fechar.


 


 

9 – Observe que todos os dados cadastrados na tabela selecionada foram montados em uma planilha identificada com o nome da tabela importada.

 


 

Segue…

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s